Archive for the ‘Anime’ Category

A culpa é da maçã!

janeiro 17, 2010

Maçã

Eu acho impressionante o quanto à maçã é perseguida ao longo da história. Ela é considerada como o fruto proibido, no qual foi responsável por fazer Adão e Eva pecarem e serem expulsos do paraíso, mas espere aí? Em nenhum momento do trecho do livro de Gênesis é citado à maçã como fruto proibido, na bíblia é simplesmente tratado como “fruto”. Veja o trecho a seguir:

“mas do fruto da árvore que está no meio do jardim disse Deus: Dele não comereis, nem tocareis nele, para que não morrais.” (Gênesis 3:3)

A palavra maçã aparece na bíblia somente 5 vezes e em nenhuma das vezes é relacionada ao fruto proibido, Então porque teve que ser justo a maçã que os teólogos tiveram que considerar como fruto proibido? O que a maçã tem de pecadora, o que ela tem de tão ruim pra ser considerara proibida?

Já no conto de fadas da Branca de Neve, quem é a vilã da história: a maçã! A madrasta oferece a maçã à Branca de Neve, que, ao comê-la, cai em um sono profundo. Por que tinha que ser uma maçã? Por que não usaram, por exemplo, um bolo de chocolate? Pode ser porque ela não cairia no sono, mas sim ficaria mais gordinha ou teria problemas de diabetes. E se fosse oferecido então um suculento pedaço de picanha, um pedaço de leitoa ou asinhas de frango? A Branca de Neve poderia ter problemas com colesterol alto, ou, no pior dos casos, desenvolverem o mal da “Vaca Louca”, pegar uma “Gripe Suína” ou quem sabe até uma “Gripe Aviária”.  Mas não! Tinha que ser justo a maçã! Se queriam matar ela poderiam oferecer um cigarro, ou uma bebida. Ela não teve nem a chance de ficar viciada, comeu a maçã e pronto: caiu dura no chão.

Você deve achar que eu estou ficando louco, que devo estar pegando pesado com a maçã. Religiosos me criticariam por blasfêmia e ainda por cima pela maçã ser simbólica. O mesmo me diriam professores, pedagogos e os pais em geral, relatando que a maçã no conto de fadas é só uma metáfora para as crianças não aceitarem nada de pessoas estranhas. Eles estão certos. Mas, então, por que pegar no pé só da maçã?! A bruxa, fantasiada de velha poderia ter oferecido um doce à Branca de Neve. O doce estaria envenenado e a Branca de Neve cairia no golpe do “Boa Noite Cinderela”. Atualizando a história, as crianças de hoje não aceitariam mesmo a maçã. Elas iriam preferir uma bala, um doce ou um bolo de chocolate!

Nem no caso de Eva, eu acho que ela ficaria tentada por comer uma maçã, eu sei que segundo os textos sagrados, ela queria ter o conhecimento do bem e do mal, e no caso ela teria que comer o tal fruto proibido que vinha dessa árvore. Mas poderia usar outra fruta, uma manga, uma pêra, etc.

Até Isaac Newton não escapou da maçã, tanto é que ele descobriu a gravidade por causa dela, segundo alguns comediantes historiadores. A maçã (em algumas versões da história dizem que ela estava verde) caiu em sua cabeça (ainda bem que não foi uma jaca) e ele percebeu a força de atração gravitacional.

Mas será que a maçã é a fruta mais comum do universo? Não davam para serem mais criativos e colocar outras frutas no decorrer das histórias? Até em Death Note tem a sua maçã. Death Note é um mangá, que acabou virando anime e depois de um tempo ganhou uma adaptação em um filme, que conta a história de um shinigami (deus da morte) que deixou o seu “Caderno da Morte” cair na Terra, e um jovem japonês encontrou esse caderno e descobriu que toda pessoa cujo nome esteja escrito nele, morrerá. Durante grande parte do mangá e até do anime, a maçã tem uma ênfase muito grande, e aparece sempre, e em todos os capítulos, de fato é de deixar muita gente curiosa, muitos acham que a relação da maçã em Death Note é uma apologia ao fruto proibido do jardim do Éden. Lembrando que até o shinigami uma hora diz ao jovem: “Aquele que usar o Death Note, não poderá ir nem ao céu e nem ao inferno”. De um jeito mais aberto, podemos assim dizer: “Aquele que usar o Death Note, deve provar da fruta proibida”. Pois quem usa o Death Note, quando morrer está condenado a vagar em outra dimensão (O Mundo dos shinigamis). Em Death Note o shinigami só come maçã e chegar até passar mal e ter crises de abstinência quando fica alguns dias sem comê-la. Azar do jovem que tem que gastar seu precioso dinheiro pra ficar comprando maçãs todos os dias. Lembrando que essa teoria sobre a maçã em Death Note é só uma suposição. Mesmo que o autor da obra tenha afirmado que a maçã não tem significado nenhum, simplesmente é a comida preferida do shinigami. Mas que é curioso. Isso é!

Bom, depois de tantas maçãs famosas eu ainda pretendo continuar comendo maçã (de preferência maçã argentina), mas tenho a impressão que ela pode ser prejudicial à minha saúde…

O Mestre dos Animes

janeiro 14, 2010

Cada pessoa deve ter um pensamento diferente para quem deve ser o “Mestre dos Animes” cada um leva um ponto em consideração: uns olham a melhor animação, outros o melhor roteiro e há ainda os que observam, podemos assim dizer, o anime mais kawaii (bonitinho em japonês).

Eu particularmente já levo em consideração os três pontos, por isso, considero o Mestre dos Animes: Hayao Miazaki, um dos mais famosos e respeitados criadores do cinema da animação japonesa.

Agora você deve estar se perguntando, por que eu acho esse cara o mestre dos animes, já que você nunca ouviu falar nele e nem dos seus animes? Então a partir de agora eu vou falar da vida dele e porque eu o considero o melhor.

Hayao Miyazaki iniciou sua carreira em 1963 como intervalador, responsável pela parte mais importante da animação, que é animar com as guias enviadas pelos animadores-chefes; neste mesmo ano ele começou a ficar conhecido, sendo convidado a participar de uma série de TV. Em 1971 deixa seu trabalho para se juntar a dois de seus colegas de trabalho e tentar comprar alguns direitos autorais no exterior, mas não obteve sucesso.

Em 1983 Miyazaki desenhou o mangá Kaze no tani no Naushika (conhecido no Brasil por Nausicaa do Vale do Vento), o mangá fez tanto sucesso que ele mesmo fez o anime lançado em 1984 que bateu o sucesso feito pelo mangá, assim conseguiu abrir seu próprio estúdio de animação: Estúdio Ghibli.

Hayao Miyazaki

Ele percebeu que Nausicaa estava fazendo tanto sucesso que se dedicou a fazer mais animes e em 1986, ele lança Tenkû no shiro Rapyuta (Laputa – Castelos nos céus) primeira produção do Estudio Ghibli seguido por Tonari no Totoro (Meu Vizinho Totoro) lançado em 1988, Majo no takkyûbin (Serviço de entregas da Kiki) em 1989, Kurenai no buta (Porco Rosso) em 1992. Miyazaki continuou desenhando o mangá de Nausicaa por 12 anos e ele terminou a série em 1994.

Em 1996, com o aumento de fãs de animes no mundo a Disney viu o momento perfeito, aproveitou o sucesso de Myazaki e garantiu os direitos de distribuição dos animes, com isso foi fechado o acordo entre o Estúdio Ghibli e Estúdio Walt Disney no qual ela foi responsável pela distribuição mundial incluindo Japão, mas excluindo o resto da Ásia.

Já em 1997 Myazaki lança Mononoke Hime (Princesa Mononoke) O anime se tornou a maior bilheteria da história do Japão faturando o equivalente a 150 milhões de dolares, batendo E.T. – O Extraterrestre, e ficou na primeira posição até Titanic estreiar em terras nipônicas. O anime levou diversos prêmios no Japão e em outros festivais internacionais. Depois disso ele anuncia sua aposentadoria, mas o sucesso tomou conta da sua cabeça, e em 2001, ele lança Sen to Chihiro no kamikakushi (A Viagem de Chihiro). Com a distribuição mundial nas mãos da Disney, o anime faturou mais prêmios internacionais, incluindo o Oscar de melhor longa-metragem animado em 2002, foi um grande sucesso!

No ano de 2005 chega aos cinemas Hauru no ugoku shiro (O Castelo Animado), com mais prêmios, como a indicação ao Oscar de melhor animação e uma bilheteria de arrasar ao redor do mundo.

No dia 19 de julho de 2008 foi o lançamento no Japão de Gake no ue no Ponyo (Ponyo à beira mar), lançado pela disney nos EUA em 14 de Agosto de 2009, e no Brasil tem data prevista de estréia em Janeiro de 2010. Veja abaixo o trailer legendado da nova animação de Hayao Miyazaki

Hayao Miazaki tem um total de dez obras de sua autoria, fora as que ele teve participação na época que não trabalhava no Estúdio Ghibli e seu Estúdio também possui obras que não são suas e que fazem sucesso como é o caso de Hotaru no Haka (Cemitério de Vagalumes). Ele às vezes utiliza amigos e conhecidos seus como fontes de inspiração para seus personagens, por exemplo: Chihiro, a personagem principal de “A Viagem de Chihiro”, é baseada na filha de um de seus amigos e o anime “Meu Vizinho Totoro” é uma homenagem a sua mãe que por uma doença ficou de cama por 9 anos, esse anime é considerado como sua autobiografia. Ele também é conhecido como “Walt Disney Japonês”, mas ele odeia ser chamado assim. No Japão existe o Museu Ghibli, no qual recebe visitas dos quatro cantos do mundo e o museu é tão visitado que leva-se três meses de espera para reservar o bilhete de entrada.

Acho que agora deu pra entender porque eu o considero o Mestre do Animes. Os animes dele tocam as almas e os corações das pessoas e também porque nas suas obras ele mostra preocupação com a reação do homem sobre a ecologia e suas conseqüências, e a ausência de um vilão da maneira como conhecemos. Hayao Miyazaki consegue ser sempre muito tocante, abordando temas que refletem a sociedade. Lindas obras que chamam atenção tanto pelo roteiro quanto pelas lindas animações.

Logo da Studio Ghibli